Zika provoca surdez

Zika Provoca Surdez em até 6% dos Casos

Uma nova complicação para os bebês de mulheres infectadas durante a gravidez indica que o Zika provoca surdez

Estudo

Um estudo realizado de 70 bebés cujas mães tinham confirmado infecções Zika descobriu que quase 6 por cento tinham perda de audição, acrescentando uma nova complicação para a lista de males o vírus pode causar quando as mulheres são infectadas durante a gravidez.

O estudo brasileiro liderada pelo Dr. Marli Tenório e Dr. Ernesto Marques da Fundação Oswaldo Cruz em Pernambuco para Controle de Doenças, confirmou relatos menos rigorosas que o vírus  Zika provoca surdez entre crianças nascidas de mães com infecções Zika.

A descoberta é parte de um esforço para caracterizar completamente o dano causado pelo vírus Zika durante a gravidez. O vírus é mais conhecido por causar a microcefalia defeito de nascença grave, caracterizada por cabeças subdimensionados e cérebros subdesenvolvidos. Mas outros estudos têm mostrado que Zika pode causar outras anomalias cerebrais, problemas de visão e deformidades articulares.

O estudo examinou registros de 70 crianças com microcefalia cujas mães tinham infecções Zika confirmados em laboratório durante a gravidez.

Descobertas

  • Eles descobriram que cerca de 6 por cento tinham perda de audição sem qualquer outra causa plausível, comprovando o índice que o Zika provoca surdez.
  • Várias outras infecções virais durante a gravidez pode causar perda, incluindo rubéola e citomegalovírus ou CMV, infecções auditivas. O presente estudo acrescenta infecção Zika a essa lista.
  • Os cientistas dizem Zika agora deve ser considerado um fator de risco para perda auditiva, e crianças que foram expostas durante a gravidez, mas têm audição normal no nascimento deve ser examinado regularmente para perda auditiva tardia ou progressiva.
  • A conexão entre Zika e microcefalia veio à tona no ano passado, que, desde então, confirmou mais de 1.800 casos de microcefalia.

 

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *