Validade da Vacina da Febre Amarela - Bem estar de hoje

Validade da vacina da Febre Amarela

Muitas pessoas andam se perguntando qual a validade da vacina da febre amarela. Vacina que, de dose única passou a ser fracionada. As pessoas querem entender o que mudou em relação ao seu resultado no organismo e principalmente em termo de validade.

Entendendo a validade da vacina da Febre Amarela

Muitos tem sido os questionamentos acerca da validade da vacina da febre amarela. Tais indagações deram-se por informações divergentes no decorrer dos anos e sobretudo pela divisão da vacina em 4 doses.

A vacina tem como intuito imunizar o indivíduo contra o vírus da Febre amarela. Febre está que já ocasionou 136 mortes só no Estado desde julho de 2017 e que continua a fazer vítimas.

As campanhas de vacinação começaram a intensificar-se após á morte de macacos em Zoológicos e parques da Capital paulista. Junto das campanhas vieram os fechamentos dos parques. O Parque da Independia, por exemplo, localizado no Ipiranga, zona sul da cidade, foi fechado nessa ultima terça-feira (27). Isto deu-se em decorrência da confirmação da morte que um sagui por infecção da febre amarela.

Devido à essa presença mais constante do vírus que se viu necessário transformar a dose única da vacina, equivalente a 0,5ml, em uma dose fracionada de 0,1ml. Resumindo, uma dose dividida para quatro pessoas. Possibilitando, assim, que uma quantidade maior de pessoas seja imunizada.

 

CONSULTE AQUI PLANOS DE SAUDE

 

A Dose Integral

A dose integral, por ter mais conteúdo, tem garantia de imunidade para a vida toda. E é a mais indicada para viajantes que vão para áreas de riscos.

A Dose Fracionada

Já a dose fracionada, mantem os mesmos efeitos de prevenção que a unica, todavia por ser em uma porcentagem menor tem que ser reforçada a cada 9 anos. Apesar dos questionamentos acerca de sua capacidade de prevenção, todos os especialistas afirmam que são os mesmo para as duas doses. Podendo ocorrer divergências apenas nos sintomas que podem variar de uma para outra.

Outro fator que levou as pessoas a se questionarem acerca da validade da vacina da febre amarela foi devido a uma recomendação pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Até o ano de 2014 era indicado que a dose, até então, única sofresse reforço a cada dez anos. Todavia, segundo a Anvisa, a duração da vacina não sofria quedas com o tempo. Ou seja, mantendo seu efeito constante não necessitava de uma outra aplicação.

Efeitos colaterais à vacina

As reações á vacina variam, e normalmente se manifestam entre cinco a dez dias após a aplicação. A reação pode vir através de inchaços, de dores no local da aplicação no corpo ou na cabeça. Você pode estar se informando melhor sobre os sintomas e tratamentos acessando Febre Amarela: Sintomas e tratamentos.

Contraindicação da vacina

Há, desde janeiro de 2017 até agora, três mortes confirmadas em São Paulo devido a aplicação da vacina da febre amarela. A chance da vacina levar a óbito é uma para um pouco mais de 400 mil doses aplicas. É uma possibilidade rara, mas à que devemos ficar atentos.

Para tanto é imprescindível que antes de aplicar a vacina, procure se informar sobre as contraindicações para evitar possíveis complicações.

Abaixo segue uma lista de pessoas e casos em que a aplicação da vacina não é indicada:

  • Pessoas com alergia a vacina;
  • Gestantes;
  • Bebes antes de seis meses de vida;
  • Crianças com idade entre seis e nove meses só com orientação médica;
  • Mães que amamentam e que aplicou a vacina no lactante não podem se vacinar. (risco de passar sintomas da vacina pro bebe que já esta vacinado);
  • Vacina Fracionada só em crianças com 2 anos de idade.

Casos em que é necessário consultar o médico acerca da contraindicação:

  • Idosos que tenham idade acima dos 65;
  • Doadores de sangue ou órgãos;
  • Pessoas em tratamento de câncer;
  • Portadores do vírus HIV.

Quem não puder se vacinar é recomendado o uso de repelente. Então é só manter a aplicação durante todo o dia, com foco nas áreas do corpo expostas.

Há também tratamentos mais simples e naturais há que você pode estar recorrendo.

Você pode estar se informando mais através do artigo Febre amarela: Saiba o que é e quais medidas tomar frente ao novo surto.

No mais, não deixe de se informar com especialistas antes de tomar qualquer decisão.

Relacionadas