psoríase

Saiba como evitar Psoríase | Encontre Tratamentos!

A Psoríase é uma doença de pele bem comum, que tem como característica o aparecimento de lesões avermelhadas e descamação, geralmente visíveis em placas.

Essas placas surgem na maioria das vezes no couro cabeludo, cotovelos e joelhos, podendo afetar também os pés, unhas, mãos e até mesmo a região genital. O problema pode ainda se estender de pequenas lesões até o comprometimento de toda a pele.

A psoríase é uma doença autoimune, isto é, o organismo ataca ele mesmo, não sendo contagiosa, mas que pode se tornar recorrente.

Sua gravidade também varia,. Assim, ela pode apresentar casos facilmente tratáveis até casos mais extensos e complicados. Estes últimos podem levar à incapacidade física do corpo, atacando inclusive as articulações.

Principais Sintomas de Psoríase

Os sintomas da psoríase variam de pessoa para pessoa, mas normalmente estão incluídos os seguintes problemas:

  • Lesões avermelhadas na pele, cobertas com camadas brancas;
  • Pele ressecada, facilitando sangramentos;
  • Unhas amareladas, descoladas e com furinhos na superfície;
  • Articulações doloridas e rígidas;
  • Inchaço nas articulações;
  • Placas e descamações no couro cabeludo, joelhos e cotovelos.

Descubra: Saiba como evitar doenças capilares.

Conheça suas causas

psoríase

As causas da psoríase ainda não são totalmente claras pela ciência, mas sabe-se que a doença está relacionada com o sistema imunológico do organismo. Assim ela pode estar associada com a suscetibilidade genética ou até mesmo com fatores ambientais.

A condição pode surgir em qualquer idade, mas normalmente aparece antes dos 30 e depois dos 50 anos de idade.

Psoríase possui tratamentos?

Os sintomas da psoríase podem desaparecer por um determinado tempo e depois retornar. Dessa forma acaba não sendo possível prever com clareza quando as crises realmente irão se manifestar. Ou seja, é uma doença que passa por ciclos, ao que tudo indica, aleatórios.

A doença pode ser controlada com tratamento, através do uso de pomadas e cremes para a pele e com remédios anti-inflamatórios e imunossupressores. Além destes, podem ser, também, recomendados tratamentos com luz ultravioleta em clínicas especializadas. Isto pois, tomar sol pode ajudar a reduzir os sintomas.

Os efeitos do tratamento variam de pessoa para pessoa. Desse modo, podem surtir resultados logo na primeira opção terapêutica ou demorar mais para que se encontre um tratamento mais eficaz. Fora este fator, a pele também pode ficar mais resistente ao longo do tempo. Quando isso ocorre pode se fazer necessário realizar uma mudança na dosagem ou forma de tratamento.

Saiba mais: Veja como cuidar desta doença!

Cuide de sua pele com um plano de saúde

psoríase

A maioria dos tratamentos para a psoríase podem apresentar alguns efeitos colaterais, então é muito importante conversar com o seu médico caso  apareçam novos sintomas ou mudanças na pele.

O essencial é ter consultas regulares com um dermatologista. Afinal, ter um especialista determinando o que é melhor para você é sempre mais seguro, além de que, apenas com ele você poderá garantir um melhor acompanhamento para a sua pele.

Com um plano de saúde, você tem acesso à diversos especialistas da saúde do corpo, pagando uma pequena mensalidade que garante todos os serviços necessários e coberturas no momento que precisar.

Faça uma simulação de planos de saúde e veja como diferentes convênios podem te atender!

Relacionadas