Beneficios do Ozonio: Saiba mais sobre a Ozonioterapia

Beneficios do Ozonio: Saiba mais sobre a Ozonioterapia

Os beneficios do ozonio para a saúde são tantos que ele começou a ser usado em terapias e tratamentos de doenças. Conheça mais sobre esse método que já é famoso mundo afora e que está tentando ganhar espaço aqui no Brasil.

Beneficios do Ozonio

Os beneficios do ozonio para a saúde foram descobertos durante a Primeira Gurra Mundial. Ele começara, então naquela época, a ser usado pela Alemanha para tratar seus soldados feridos pela batalha. Logo, suas propriedades ficaram famosas e conquistaram outros países. Em pouco tempo, todos começaram a utilizar a técnica.

O ozônio é um gás natural que se dá através de sua mistura com o oxigênio. Quando utilizado para fins terapêuticos, ele é convertido através de radiação, á gás. Sua utilização no corpo pode ser tanto interna quanto externa.

O ozônio funciona como um antioxidante potente. Isto por que ele torna possível a destruição de bactérias, parasitas e fungos no organismo. Alem de ajudar na reconstrução de tecidos lesionados e melhorar na circulação sanguínea. O ozônio, ainda possibilita levar o oxigênio á algumas partes do corpo.

Benefícios para a Saúde

Os benefícios do ozonio para a saúde são inúmeros. Ele pode combater simples bactérias e curar queimaduras. Como também pode auxiliar contra doenças mais sérias como o câncer. Confira abaixo em quais casos o ozônio é eficaz:

  • Promove circulação sanguínea, além de neutralizar doenças degenerativas;
  • eficaz em tratar alergias;
  • Promove uma maior recuperação de tecido lesionado ou queimado;
  • Desinfecta e elimina probabilidade de adquirir infecções;
  • Diminuiu o envelhecimento;
  • Auxilia o metabolismo;
  • Age contra as dores;
  • Cria imunização no corpo contra infecções e inflamações;
  • Mata células doentes. Devido á isso pode ser incluído nos tratamentos de câncer;
  • Paralisa fungos e bactérias que estão a agir no corpo.

Devido á esses seus benefícios, ele se torna eficaz contra:

  • Doenças pulmonares – como Asma e Bronquite;
  • Doenças ginecológicas – Vulvovaginite e Endometriose;
  • Doenças reumáticas – Artrite e Artrose;
  • Doença hepática – Hepatite e Cirrose;
  • Inflamações e infecções – Sinusite, Rinite e Bronquite;
  • Doença de Crohn;
  • Alzheimer;
  • Hipertensão;
  • Câncer;
  • Diabetes;
  • Fibromialgia.

Aplicações

As aplicações podem ser interna e externas. Confira:

  • Subcutânea – É por meio de uma injeção, , que permite ao ozônio tratar as camadas mais fundas da pele.
  • Intra discal – O ozônio é injetado na articulação a ser tratada, do paciente.
  • Intra Uretral e Vesical – Nesta aplicação, o ozônio é aplicado via canal retal e vaginal. Pode tratar doenças sexualmente transmissíveis.
  • Aplicação Externa – Se dá através da aplicação do óleo ou azeite ozonizados na pele, seguidos por uma massagem local.
  • Banho terapia – O ozônio é misturado á água em uma banheira, onde o paciente entra. O oxigênio, então, penetrara na pele. Mais usado para tratamentos estéticos.

Recomendação por especialista

O médico Lair Ribeiro explica um pouco mais sobre como funciona o tratamento e de que forma pode ser eficaz. Confira:

Curisosidade

Animais também podem passar pelo tratamento de ozonio. Neste caso o tratamento se dá por injeção ou aplicação sobre a pele. É eficaz para tratar infecções, artrite, feridas, artrose e dores.

Contraindicações

O ozônio não faz mal a saúde. Contudo é necessário que ele não seja ingerido ou inalado, pois pode ocasionar complicações. Não é recomendado o tratamento para pessoas ou animais anêmicos, ou que tenham hipertireoidismo. E acima de tudo, é necessário consultar e fazer o tratamento com a supervisão de um especialista.

Com um plano de saúde você tem acesso á uma variedade de especialistas, com os quais pode se consultar. Alem dos especialistas, tem benefícios e tratamentos a que pode ter acesso. Saiba como é rápido e fácil fazer uma cotação de plano de saude.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *