AVC Hemorrágico – Saiba identificar causas e sintomas

AVC Hemorrágico – Saiba identificar causas e sintomas

O AVC hemorrágico é causado devido á um rompimento de uma artéria cerebral. É uma doença que se torna mais comum com o passar do tempo, e que atinge tanto mulheres quanto homens.

Você sabe o que é um AVC Hemorrágico?

O AVC hemorrágico ocorre quando, por conta de um rompimento de um vaso sanguíneo, há o derrame de sangue em certas partes do sistema nervoso. Daí a palavra derrame.

Quando o derrame acontece entre o cérebro e o crânio, deixando as artérias cheias de sangue é chamado de subaracnóide. Pois o sangramento está a ocorrer perto da superfície cerebral. A hemorragia pode ser intraparenquimatosa quando o sangramento ocorre devido ao envelhecimento dos vasos. É o caso mais comum de AVC.

O AVC é mais frequente em pessoas com idade avançada, e que tenham histórico na família de algum acidente vascular cerebral.

 

CONHEÇA PLANOS DE SAÚDE

 

Causas

Veja algumas causas que podem levar ao AVC são?

  • Infarto;
  • Inflamação dos vasos sanguíneos, a partir de doenças como tuberculose e sífilis;
  • Pressão alta;
  • Hipertensão descontrolada;
  • Aterosclerose;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Endocardite;
  • Doenças degenerativas de vasos sanguíneos;

Sintomas

Os sintomas que podem caracterizar um derrame:

  • Fortes dores de cabeça repentinas;
  • Perda de força no corpo;
  • Dificuldade para articular palavras e conversar;
  • Dificuldade de enxergar totalmente;
  • Dormência ou paralisia de algumas partes do corpo;
  • Sonolência;
  • Náuseas e vômitos;

Em caso de identificação dos sintomas mencionados acima, tomar algumas medidas, como primeiros socorros, que podem ajudar a identificar casos de avc.

  • Pedir para a pessoa dar um sorriso, no intuito de ver se a boca fica torta;
  • Peça para a pessoa falar algumas frases, e se atente se a fala estiver alterada;
  • Peça-lhe para que levante ambos os braços, em caso de AVC não é fácil levanta-los;

Tratamento

O tratamento é caracterizado pelo acompanhamento de sequelas. Quando há um AVC o cérebro tende a ter redução de oxigênio e de sangue no cérebro, o que pode levar á morte de algumas células do cérebro. Isso pode levar á perda de algumas funções, que dependendo do caso podem ser temporárias ou permanentes. Portanto, é sempre bom investir na recuperação e na prevenção para que não volte a ocorrer um novo AVC.

Na recuperação vai ser necessário:

  • Desenvolver atividades físicas exercidas antes;
  • Saber gerir perda de movimentos em algumas partes do corpo;
  • Lidar com problemas na fala;
  • Não fumar;
  • Estabelecer um limite de álcool a ser ingerido;
  • Seguir uma dieta mais saudável;
  • Praticar exercícios físicos;
  • Acompanhamento com fisioterapia e fonoaudiologia.

A recuperação vai decorrer de acordo com as sequelas e funcionamento individual de cada paciente, portanto o que pode ser indicado para um, talvez não seja melhor para o outro. Por isso, antes de seguir qualquer tratamento, se consulte com um profissional, pois cada caso requer um procedimento diferente.

Prevenção

Há alguns fatores que você pode estar modificando para prevenir a ocorrência de um AVC, seja mudando hábitos de vida, e até mesmo tratando doenças. Veja exemplos:

  • Colesterol alto
  • Excesso de álcool
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Hipertensão arterial;
  • Uso de drogas ou tabagismo;

Há também alguns exames que podem estar sendo feitos para ajudar no diagnóstico de um AVC como Ressonância magnética, ultrassonografia e ecocardiograma.

Importante: No caso de qualquer suspeita, direcione-se ao pronto-socorro ou acione o resgate. Quanto mais rápido, menores serão as sequelas provenientes.

Relacionadas