Micose: Previna-se dela e se cuide

Esse problema é mais comum do que imaginamos, ele atinge cerca de 150 milhões de pessoas, apenas no Brasil. Porém não existe apenas micose do pé, que é mais conhecida como pé de atleta. A micose se propaga em várias partes do corpo. É preciso que o médico faça exames, e assim que o diagnóstico estiver pronto, e necessário começar o tratamento. Tudo isso é feito com o auxilio médico. A própria micose pode ser resolvida em meses, dependendo do grau que se encontra.

A micose também é conhecida pela perda de pigmento da pele, por isso é fácil de ser reconhecida. Ela é fungo que pode ultrapassar a pele superficialmente, causando uma infecção local, que é possível se espalhar para tecidos do corpo, ossos e órgãos. Tudo isso é possível em algumas partes do corpo, mas é possível que seja pego no corpo todo.

Os sintomas são relativos em questão onde é o local afetado na pele. Pode ocorrer irritação na pele ou infecção vaginal que resulta em corrimento fora do comum. E os tratamentos são feitos através de antifúngicos.

Sintomas da micose

Para tudo o que é referente à micose é preciso que um médico esteja auxiliando o (a) paciente, pois é algo que se não tratado, os sintomas podem piorar. E como já foi dito, os sintomas depende do local que foi afetado, pois cada parte do corpo, pode reagir de uma maneira diferente. Se afetado em áreas íntimas, é possível que tenha um corrimento não normal, chegando a doer e tendo um odor diferente.

É mais comum as pessoas terem a micose na pele. Ocorre descascamento, erupções, escurecimento da pele, pequena saliência ou perda de cor. Quando se contrai no pé, muitos já deduzem ser pé de atleta, que é  tipo de micose da pele causada pelos fungos TrichophytonMycrosporon ou Epidermophyton, que afeta regiões na sola e entre os dedos do pé.

Tratamentos

Depois de diagnosticado, o médico irá passar cremes e pomadas antifúngicas como clotrimazol, cetoconazol, isoconazol ou terbinafina. Caso essas pomadas não dê certo, vai ser necessário comprimidos antifúngicos, como fluconazol ou terbinafina, assim, tendo que tratar durante 3 meses.

Há alguns tratamentos caseiros para que a ação dos remédios seja mais rápida. É bom testar novos métodos, como passar um dente de alho com clorexidina nas unhas ou mergulhar os pés numa bacia com chá de hortelã-pimenta.

Portanto, é necessário ficar atento e secar muito bem os pés. Sempre trocar de meia e sempre passar algum talco que possa acabar com problema de fungos nos tênis. Há muitos motivos para que se contraia a micose, como suar muito, tomar duches em excesso. Também, andar descalço em locais públicos como praias, piscinas e banheiros, entre outras coisas. Caso você sinta a necessidade fazer um exame e não tem convênio, clique aqui para fazer sua cotação gratuitamente.

Relacionadas