Xô Stress! Ensinamentos budistas para dias difíceis

Não é de hoje que se é sabido o desgasto físico e mental trazido pelo stress é o maior causador de transtornos emocionais na sociedade. O Brasil, que já ocupou o segundo lugar no ranking de “países mais estressados do mundo”, continua a ter números alarmantes: 9 em 10 trabalhadores apresentam sintomas de ansiedade. Além disso, 47% dessas pessoas sofrem com depressão, dos graus mais leves aos mais elevados.

Não somente os seguidores do Budismo podem tirar lições dos princípios deixados por Buda Sakymuni. Muito de seus ensinamentos podem ser levados em consideração em várias situações de nosso cotidiano. Dias difíceis, onde atingimos o pico de nosso desgaste físico e emocional, devem, em tese, ser finalizados com relaxamento, para um melhor aproveito da noite de sono.

Uma das recomendações para essa situação é a meditação de alguns dos principais ensinamentos de Buda, tanto para o relaxamento, quanto para o auto conhecimento, a fim de alcançar um estado de paz interior.

 

O Stress e o Budismo

O Budismo é uma religião datada do século VI (sexto) a.C. (antes de Cristo). Criado na Ásia, o Budismo hoje conta com mais de 376 milhões de seguidores ao redor do mundo. No Brasil, segundo o IBGE, aproximadamente 250 mil seguem a filosofia budista.

Sua filosofia é baseada nos ensinamentos de Buda Sakyamuni, que pregam o fim do sofrimento humano, através do despertar. Esse despertar se dá, somente, através da meditação e do conhecimento das 9 Nobres Verdades e o Nobre Caminho dos 8 Passos. Além disso, encoraja-se o desenvolvimento máximo das qualidades positivas do ser humano, através do auto conhecimento.

O Budismo como filosofia de vida

Veja alguns exemplos de ensinamentos deixados por Buda, que podem ser utilizados em dia de grande stress e de esgotamento.

1. A paz vem de dentro, não a busque fora.

A paz só vem através do auto conhecimento e da evolução espiritual. Além disso, os outros seres do mundo não são responsaveis por nossa paz e felicidade: esse é uma busca deve ser feita por cada um de nós.

2. Irritar-se é como segurar um carvão quente com a intenção de jogar em outra pessoa; é você que se queima.

O rancor, ódio e irritação com outras pessoas e situações só trarão malefícios a você. Não se desgaste guardando tantos sentimentos destrutivos.

3. Não existe no mundo fogo mais forte que a paixão. Não há tubarão mais feroz que o ódio, nem furacão mais devastador que a cobiça.

Sentimentos agressivos são fortes e perigosos: podem devastar relacionamentos. Tome o cuidado de nutrir somente bons sentimentos e pensamentos para tudo e todos a seu redor.

4. Não serás castigado pela tua ira, mas a tua ira te castigará.

Mais uma vez, Buda lembra o quão destrutivo a ira e a raiva podem ser. Ainda mais quando se trata da pessoa que guarda esse tipo de sentimento. Quanto mais pensamentos destruidores em sua cabeça, piores serão as consequencia para sua saúde física e mental.

5. Ganhe de você mesmo e ganhará milhares de batalhas.

Conheça a você mesmo e, através desse conhecimento, vença problemas como a mágoa, a tristeza e a auto-sabotagem. Assim, você vencerá toda e qualquer batalha travada no mundo!

 

Quer viver com mais tranquilidade, assegurando os melhores profissionais e hospitais em sua cidade? Clique aqui e faça agora mesmo sua cotação de plano de saúde!

Relacionadas