sal em excesso

Sal em excesso prejudica a saúde: saiba porquê e como reduzi-lo

Como tudo em grande quantidade faz mal, o sal em excesso não fica de fora da lista. Como o composto também tem funções essenciais no nosso corpo, o importante é não exclui-lo da alimentação, mas prestar atenção em como estamos utilizando-o na cozinha e como ele está sendo consumido.

Sal em excesso está relacionado com o risco de algumas doenças

Tempero que não falta na cozinha brasileira, o sal possui inúmeros papéis no nosso organismo, como controlar a quantidade de líquidos dentro e fora das células, ajudar na digestão e auxiliar na reposição do sódio perdido durante a transpiração. Ainda assim, é preciso prestar atenção para não torná-lo prejudicial à saúde.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a OMS, a ingestão diária de sódio recomendada é de menos de 2 gramas, aproximadamente 5 gramas de sal. Um adulto deve consumir 6 gramas, enquanto crianças de 7 a 10 anos podem comer 5g; de 4 a 6, 3g; de 1 a 3 anos, 2g; e bebês devem consumir menos de 1g.

Porém, nós brasileiros estamos bem acima da média indicada. Consumimos cerca de 12 gramas por dia. A própria OMS ressalta que a redução da ingestão de sal é tão importante como parar de fumar, já que o composto está relacionado com o risco de algumas doenças. Entre elas, podemos citar:

Hipertensão

Conhecida como pressão alta, é considerada um doença silenciosa e muitas vezes não manifesta sintomas. Ela se dá, principalmente, quando os vasos sanguíneos se contraem.

Substância dentro do sal, o sódio pode fazer com que o corpo retenha mais líquido e aumente o volume de fluídos nos vasos, aumentando a pressão.

AVC (Acidente Vascular Cerebral)

O AVC, também conhecido como derrame, está interligado internamente com a hipertensão. Assim, o consumo de sal em grandes quantidades, pode enfraquecer as artérias e deixar os vasos sanguíneos obstruídos.

Retenção líquida

A retenção líquida é o movimento das águas que não conseguem ser filtradas pelos rins, por conta do consumo elevado de sal. Ela ocorre quando a água se transporta para outro ambiente, procurando equilibrar os níveis do composto no corpo. É daqui que vem a aparência de inchaço da pele.

Pedra nos rins

Dificultando a absorção de cálcio pelo organismo, o sódio pode causar o acúmulo da substância, que é responsável pela formação de ao menos 50% das pedras nos rins.

Asma

O consumo de sal em excesso pode provocar um hormônio chamado de histamina. Ele é responsável por iniciar uma reação alérgica, como a asma. Se você sofre com essa doença, é importante estar alerta em relação à alimentação.

Osteoporose

O sal ingerido em grandes quantidades pode causar o desgaste do osso, levando à osteoporose. Por conta do composto, nós acabamos excretando muito cálcio através da urina. Esse, essencial para a manutenção de ossos saudáveis.

 

sal em excesso

 

Como o sódio é um dos 22 minerais considerados importantes na alimentação, o essencial é verificar as embalagens de alimentos e buscar uma alternativa para o tempero. Assim, você consegue usar o sal regularmente e não prejudicar tanto a sua saúde ou a de seus familiares. Entre as dicas para evitar o uso do sal, podemos incluir maior atenção aos produtos processados, tentar cozinhar pratos saudáveis e se habituar a não deixar o tempero em cima da mesa. Ah, e praticar atividades físicas regularmente. Elas são importantes para para evitar o acúmulo de gordura nas artérias.

Sobre os alimentos processados que mais possuem sódio em sua composição, podemos citar o macarrão instantâneo com ou sem molho, hambúrguer bovino e de frango, salsicha, salgadinhos de milho, requeijão e ketchup.

Não deixe de prestar atenção em sua saúde e em como você está cuidando do seu corpo. Ter um Plano de Saúde para você e para sua família é importante para evitar ser pego de surpresa! Garanta sua segurança e não deixe para a última hora.

Veja aqui como contratar um convênio médico! Compare preços e comprove a qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *