Jejum Intermitente

Jejum Intermitente: Será que devo fazer a dieta? Descubra prós e contras

A preocupação mundial com manutenção de um corpo magro e saudável faz com que as pessoas procurem cada vez mais métodos rápidos de emagrecimento como o jejum intermitente.

Dieta criada para impactar a forma como o corpo reage a alimentação, o jejum intermitente segue a regra da redução de ingestão de calorias para níveis abaixo do que você necessita no dia a dia. Assim, permitindo que você obtendo resultado favoráveis de emagrecimento rápido.

Iniciando a dieta

Para o início do jejum intermitente você deve ter em mente sua rotina. Isto porque, você terá horários restritos para se alimentar, as chamadas janelas de alimentação, e por isso deve se programar.

A ideia é passar períodos de tempo sem comer para que seu corpo passe a usar as reservas de gordura. Apenas desse modo haverá a perda de massa gorda, resultando assim no emagrecimento.

Portanto, tenha em mente que no período destinado ao jejum, só pode consumir alimentos que não possuem calorias, como água e chás ou cafés sem açúcar.

Veja: Conheça diferentes tipos de chás e seus benefícios para você.

Protocolos de jejum intermitente

Jejum Intermitente

São priorizadas as frutas e verduras nesta nova dieta.

Existem vários protocolos de jejum intermitente, alguns incluem 10, 12 ou 16 horas de jejum. Já em outros, é definida a falta de refeição para um ou dois dias da semana.

O período de sono é incluído nas horas de jejum. Isso considerando que, no período destinado a comer deve-se somente ingerir alimentos com alto potencial de saciedade São, portanto, alimentos como frutas e verduras rico em fibras e alimentos de origem animal com baixa quantidade de gordura.

Lembre-se que é preciso ingerir menos calorias do que se gasta. Portanto, durante as janelas de alimentação deve-se planejar as refeições para consumir alimentos leves e evitar cereais refinados e alimentos industrializados ou que contenham muito açúcar.

Jejum intermitente de 12 horas

Nesse protocolo, você tem doze horas para realizar suas refeições. Portanto planeje-se para fazer no máximo três refeições até duas horas antes de dormir.  O mais recomendado é comer apenas quando sentir fome durante a janela de alimentação.

Vamos dar um exemplo do seu dia a dia:

  • 22:00 às 6:00 horas – Sono – 8 horas de jejum;
  • 06:00 às 08:00 horas – 2 horas de jejum;
  • 08:00 às 20:00 – Janela de alimentação – 12 horas;
  • 20:00 às 22:00 – 2 horas de jejum.

Durante as doze horas em que é permitido comer, as primeiras horas pós jejum deve-se ingerir alimentos leves, e em pouca quantidade. Desse modo, eles precisam conter pouco carboidrato e se possível com uma pequena porção de proteína, como leite, frutas e verduras.

Desvantagens e contraindicação

Jejum Intermitente

Por ser uma dieta muito restritiva à alimentação é necessário maior acompanhamento.

Por representar uma mudança drástica na rotina, o jejum intermitente é de difícil adaptação. Devido à este fator, ele pode acabar levando a pessoa a compulsão nos momentos em que é permitido comer.

Esse tipo de dieta é contraindicado para pessoas gestantes ou lactentes, assim como para crianças e adolescentes que estão em fase de crescimento e pessoas com doenças crônicas.

Busque ajuda com um especialista

É importante ressaltar que o acompanhamento de um especialista é o ideal para definir a melhor forma de jejuar. Se a alimentação for feita de forma errada a pessoa pode ficar desnutrida, apresentar fraqueza muscular e dificuldade de concentração.

Então procure um nutricionista ou endocrinologista para definir qual o melhor protocolo de jejum para você.

Tenha um Plano de Saúde e invista em atendimentos especializados e rápidos. Apenas os planos de saúde te dão a liberdade de escolher diferentes profissionais e realizar consultas com rapidez.

Faça uma simulação de Plano de Saúde e veja qual opção melhor atende suas preferências. Segurança para a sua saúde de forma rápida e fácil você só encontra aqui!

 

Relacionadas