HCG injetavel ou sublingual? Saiba tudo sobre a Dieta

HCG injetavel ou sublingual: Saiba tudo sobre a Dieta

A duvida que muitos adoradores de dieta, famosos e atletas estão querendo saber, HCG injetavel ou sublingual? Ambas oferecem efeitos e riscos diferentes, saiba como diferencia-las.

HCG Injetavel ou sublingual – saiba as diferenças

HCG injetavel ou sublingual, qual escolher? qual á melhor? quais os efeitos? São algumas das duvidas que permeiam essa dieta que se tornou muito famosa e praticada atualmente. O hormônio HCG, o foco da dieta, pode ser aplicado de duas formas.

Como o nome já propõe, o método injetavel se dá através de seringas. Esse método além de prover uma ação mais rápida, também se caracteriza pela sua simplicidade de aplicação. Todavia, por ser um modo invasivo, ele oferece mais riscos á saúde. Seja devido á agulha não esterilizada, ou ao fato de adicionar o liquido diretamente no organismo, as chances de risco são maiores.

O método sublingual, por sua vez, é tomado a partir da diluição da pilula HCG com algumas drogas. Tem probabilidade menor de acarretar efeitos colaterais, o que é bom, apesar de não excluir ao todo o risco. E em relação á dieta, o seu resultado é um pouco mais lento.

 

CONHEÇA AQUI PLANOS DE SAUDE

 

A Dieta HCG

A dieta é caracterizada pela sua alta restrição alimentar devido à necessidade de ingestão de apenas 500 calorias por dia. É uma dieta que vem prometendo o emagrecimento e a queima de gordura em áreas do corpo como cintura, coxa e quadril em apenas 30 dias. Isto é possível através de dois fatores.

O primeiro é o hormônio da HCG, também conhecido como gonadotrofina coriônica Humana.  É um hormônio produzido pelo corpo no decorrer da gravidez, que possibilita a evolução do embrião. Na dieta, ele vai obrigar o corpo a identificar a gordura localizada para obter energia.

Outro fator que se torna pontual para a dieta, é a restrição de alimentos. A retirada de calorias e carboidratos, leva à falta de nutrientes importantes para o organismo. O que pode acarretar doenças, como é o caso da anemia.

 

Como funciona a dieta

A dieta funciona através de etapas. São três etapas, onde vai estar ocorrendo aumento e diminuição de alguns fatores. Pode estar conferindo adiante:

Fase 1

A fase 1 tem duração de dois dias. Durante esse tempo, tem que haver maior ingestão de calorias para que o corpo consiga armazenar gordura, visto que mais para frente vai haver uma redução drástica da mesma. Nesta fase o hormônio tem que ser administrado apenas duas vezes.

Fase 2

A fase dois tem um período de 30 dias. Nela é permitida a ingestão de apenas 500 calorias no dia. Além de haver maior aplicação de hormônio, é recomendado o consumo de 3 litros de água nesse período.

Fase 3

Essa é basicamente a fase de adaptação. Nela a ingestão de hormônio sofre redução. O intuito é que seu corpo se acostume e volte às funções normais. É necessário começar a consumir calorias com moderação. Esta fase leva em torno de 3 semanas.

Pontos negativos

Apesar de se uma dieta muito famosa, ela não vem sendo recomendada por especialistas. Devido à não conter pesquisas que confirmem sua eficácia ela ainda gera suspeitas.

Sabe-se que a dieta pode ocasionar complicações como dor de cabeça, queda de cabelo, fadiga e depressão. Isso tudo devido á exclusão de nutrientes importantes para o funcionamento do corpo que, ocorre durante a dieta.

O problema não são só os alimentos. O hormônio pode ocasionar alguns problemas de saúde como o câncer, AVC, embolia pulmonar e trombose.

Em todo caso, é necessário antes de seguir qualquer dieta, fazer um acompanhamento com profissionais da saúde. Apenas eles saberão o que é melhor indicado e o que pode gerar riscos para a sua saúde.

Com um plano de saude você pode ter acesso á uma gama de especialistas e tratamentos que podem te auxiliar É rápido e fácil, veja exemplo de como fazer uma cotação!

Relacionadas